Receita de hambúrguer com cogumelo e alho poró

Com o boom dos hambúrguers gourmet, eu amanheci hoje com uma vontade incrível de comer um no almoço. Resolvi apostar em uns ingredientes que tinha em casa e não é que deu certo!
Então compartilho com vocês a receita do meu hambúrguer com cogumelo paris e alho poró.

Ingredientes:
1 ovo
1 colher rasa de farinha (usei fécula de batata)
250gr de carne moída
6 cogumelos paris picadinhos
1 talo de alho poró
1 colher sopa cheia de cebolinha
Molho de soja para temperar
Preparo:
Basta misturar tudo, modelar os hambúrgueres do tamanho desejado, deixar descansar um pouquinho.
Para fritar, coloco só um fio de azeite na frigideira e em fogo baixo coloco o hambúrguer, tampo e deixo “cozinhar” dos dois lados.
Molho:
Usei maionese, molho de soja, mostarda, alho e azeitona picadinha.
* Na foto não mostra o ovo e a colher da farinha porque percebi que precisava colocar depois que tinha feito a foto, e esqueci de refazer (rs).
Ele fica suculento e nada massudo. Para quem gosta de mais tempero pode colocar uma pimentinha, alho e sal.
Para ver outras receitas clique em Caderno de receitas.

Pequenos detalhes grandes mudanças no antes e depois deste sobrado

Encontrei a foto deste sobradinho pesquisando por “toldos” e olha como são as coisas, na verdade preciso daquelas cortinas plásticas tipo rolô de área externa para colocar na nossa churrasqueira e encontrei isso, um antes e depois com várias coisas fáceis para reproduzir em casa.
No geral, um pouco de tinta já faz muita diferença, mas olha só quanta diferença Marcelo Rosenbaum fez para esta família no Lar Doce Lar.
Veja que a fachada praticamente só foi alterada por tinta e pela inclusão da pequena cobertura da porta, uma calçada nova e alguns vasos de plantas, a diferença é enorme se comparada com a foto do antes.
Mas as mudanças e ideias não param por aí. Incluindo cortininhas, vasos de plantas, móveis de alvenaria, mobiliário soltos, objetos regionais e favorecendo a iluminação natural o sobrado ficou bem aconchegante, não vi como era o interior da casa, mas com certeza esta é uma família colorida e feliz agora, confere!

O que são pisos monolíticos?

É possível que você já tenha visto o piso monolítico, mas talvez não esteja associando o nome à “pessoa”, mais comuns de encontrar em ambientes comerciais e hospitalares mas agora esta sendo bastante usado em residências também.

Os pisos monolíticos são aqueles pisos frios sem emenda, ou seja, feito de forma integral em uma única camada. Talvez o mais conhecido deles e mais antigo seja o piso de cimento queimado que é uma opção muito usada e que continua entre os queridinhos, principalmente nas regiões mais quentes do Brasil.

Em resumo, são pisos a base de resina como epóxi,  poliuretano, acrílicos, microcimentos entre outros, são fácil de manutenção, tem custo relativamente baixo – principalmente o cimento queimado – e da um ar moderno nos ambientes.

Com as novas tecnologias empregadas, é possível uma infinidade de acabamentos e cores. Simular pedras, colocar alto brilho ou acetinado, e até mesmo reproduzir aspecto de mármores como carraratravertinoentre outros.

Então, se piso frio é uma necessidade mas o rejuntamento é um problema, que tal espia as possibilidades dos pisos monolíticos.

Esta é para quem não tem medo – nem problema – com o branco…

Nesta livraria, sobre o contrapiso de concreto foi utilizado o epóxi preto com mesclas para criar veios em tons mais claros, o resultado foi um piso alto brilho acinzentado.